Publicado em 17 mar 2020

A sustentabilidade de se construir com o adobe (tijolo de barro)

Redação

Pode-se definir o adobe como o bloco de barro, moldado e seco ao ar e o adobe estabilizado como aquele ao qual se incorporam, no processo de fabricação, um ou mais tipos de estabilizantes, para melhorar suas características físicas e/ou mecânicas. Esse é um dos mais antigos materiais de construção utilizados no mundo é o tijolo de adobe. Sua composição traz terra crua, água, palha e fibras naturais (como esterco de gado), que são moldados artesanalmente em fôrmas e cozidos ao sol. Seu uso se concentrou especialmente nas regiões quentes e secas. Com a evolução das técnicas de arquitetura, este método de construção foi caindo em desuso, sendo geralmente substituído pelos tijolos de cimento. Do ponto de vista ecológico, este tipo de tijolo se mostra benéfico, pois é um material econômico e que regula a temperatura interna da construção. Mas seu uso requer algumas ressalvas, uma vez que é indicado para locais onde haja pouca umidade. A principal vantagem consiste em ser um material ecológico e sustentável, já que o barro é um elemento reutilizável, e quando não cozido, pode ser triturado e umedecido para voltar ao estado original. Sua produção não necessita de grande quantidade de energia e ainda é um excelente isolante térmico, mantendo a temperatura dos ambientes sempre balanceados. Além disso, construções de adobe podem absorver até 30 vezes mais umidade do que uma de tijolo cozido. O principal problema é que as construções com tijolos de adobe precisam ser protegidas da umidade, e não são todos os locais onde se pode implementá-lo, já que ele se desintegra facilmente em contato direto com a chuva. Seu uso também não é próprio para edifícios com mais de um pavimento. Além disso, o barro não é um elemento padronizado, podendo variar a quantidade e o tipo de areia, argila e outros agregados de cada lugar onde a terra é extraída. Outra desvantagem é que ao secar, o barro se contrai e podem aparecer fissuras. Para diminuir este processo é necessário, enquanto o tijolo seca, mantê-lo sempre umedecido para que não seque rápido demais. Assim, é importante conhecer os requisitos para a produção de adobe e execução da alvenaria, além dos métodos de ensaio para sua caracterização física e mecânica.

 

adobe2

Hayrton Rodrigues do Prado Filho – 

Pode-se dizer que o adobe é uma mistura de argila, areia, água e outros componentes naturais que é utilizado na confecção de tijolos crus. Geralmente, eles são utilizados como alvenaria de vedação, mas podem servir para alvenaria estrutural se forem tomados alguns cuidados. O interesse em soluções sustentáveis na construção civil tem crescido muito e os tijolos de adobe são uma alternativa para construir com qualidade e consciência ecológica.

 



A terra bruta foi o primeiro material moldado pelo homem para construir sua moradia. Seu uso como matéria prima remonta há mais de 10.000 anos. Técnicas construtivas utilizando barro e palha são descritas na Bíblia, no livro Êxodo. No antigo Egito e Mesopotâmia a grande maioria das construções eram de tijolos de argila secos ao sol, sendo que os tijolos queimados eram utilizados somente no interior de grandes estruturas, como os zigurates.

O adobe chegou ao Brasil com a colonização portugue...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica