Publicado em 31 mar 2020

Calculando o tráfego em elevadores conforme a norma técnica

Redação

Os elevadores são equipamentos destinados ao transporte de cargas e passageiros em planos verticais e inclinados e são considerados os veículos mais seguros que existem. Diariamente, transportam milhões de pessoas em todo o mundo e falhas de segurança acontecem por vários fatores, normalmente provocadas pelos usuários ou por falta de manutenção adequada. Para o cálculo do tráfego nos elevadores, usa-se uma norma técnica, a NBR 5665, que determina as condições mínimas exigíveis para o cálculo de tráfego das instalações de elevadores de passageiros em edifícios, para assegurar condições satisfatórias de uso.

Mauricio Ferraz de Paiva - 

 

Um elevador é um sistema de transporte vertical projetado para movimentar as pessoas ou bens entre diferentes níveis ou andares. Ele pode ser usado tanto para subir ou descer em um edifício ou uma construção, sendo compatível com as peças mecânicas, elétricas e eletrônicas que trabalham juntas para alcançar um meio seguro de mobilidade.

E, por mais incrível que possa parecer, o princípio básico de funcionamento é o mesmo desde que foi inventado há mais de 150 anos atrás: fica ligado a um contrapeso por meio de cabos e polias, movidas por um motor que torna possível o sobe e desce vertical. Claro que hoje os existem modelos mais modernos que contam com vários aditivos, tudo para garantir a segurança e a rapidez no transporte de pessoas: freios de emergência, um computador que calcula o caminho mais lógico a ser percorrido pela cabine e sensores que impedem o fechamento da porta quando há pessoas no caminho.

A cabina é montada sobre uma plataforma, em uma armação de aço constituída por duas longarinas fixadas em cabeçotes (superior e inferior). O conjunto cabina, armação e plataforma denomina-se carro. O contrapeso consiste em uma armação metálica formada por duas longarinas e dois cabeçotes, onde são fixados pesos (intermediários), de tal forma que o conjunto tenha peso total igual ao do carro acrescido de 40 a 50% da capacidade licenciada.

A cabina e o contrapeso deslizam pelas guias ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica