Publicado em 08 Sep 2020

A execução de obras com tubos pré-moldados em concreto

Redação

Usados para drenagem pluvial, condução de esgoto e em aterros sanitários, entre outras obras, os tubos pré-moldados de concreto são produzidos em processos industriais e chegam quase prontas ao canteiro, o que pode representar ganho de tempo, qualidade e durabilidade na implantação de uma rede. Além de servirem de tubulação, são ao mesmo tempo a estrutura do sistema, sendo constituídas por dois tipos principais de peças: os tubos circulares ou ovoides e as aduelas. Estas últimas, também chamadas de galerias celulares, são quadradas ou retangulares e em seção fechada ou aberta - neste caso, um canal em U. Como têm aplicações similares, o que tem determinado a utilização de uma ou outra peça é a dimensão da obra. As canalizações ou drenagens de grande vazão exigem que as galerias tenham aberturas maiores e, neste caso, a solução são as aduelas. Isso porque em 90% dos casos, os tubos chegam a 2 m de diâmetro, sendo o mais comum encontrá-los com 1,5 m. Os maiores até existem, mas exigem equipamentos mais sofisticados e caros para a produção e são mais difíceis de serem transportados. Já as aduelas chegam a aberturas de 5 m x 4 m e podem ser produzidas em peças bipartidas para serem montadas no local da obra, facilitando o transporte. Além da disponibilidade de diâmetros necessários, outros critérios de avaliação para escolha do tipo de tubulação de concreto armado são as condições de escoamento, resistência a cargas internas e externas, resistência à abrasão e à ação de substâncias agressivas e condições de impermeabilidade e juntas adequadas. Deve-se entender os requisitos execução de redes de drenagem pluvial, coletores, interceptores e emissários de esgoto sanitário, que trabalhem sem pressão interna e cujo líquido conduzido seja água de chuva, esgotos domésticos ou efluentes industriais.

Da Redação – 

As tubulações ou galerias são projetadas com dimensionamentos e inclinações calculadas para escoar com segurança as águas de determinadas áreas de contribuição e são construídas com tubos de concreto com caixas de passagem ou poços de visita para garantir manutenção. Esses tubos de concreto são peças circulares pré-moldadas de concreto, com encaixe macho e fêmea ou ponta e bolsa. São utilizados em galerias de águas pluviais, drenagem de aeroportos e rodovias, galerias e bueiros. Sua resistência proporcionada pelo traço do concreto e pela armadura deve ser proporcional às cargas suportadas que vão desde as terras do aterro de cobertura das valas ao tráfego de veículos.

O uso de condutos enterrados é a alternativa normalmente empregada para atender as demandas de saneamento básico, distribuição de água ou de gás, drenagem urbana ou de estradas e também para transposição de talvegues e passagens inferiores viárias. Em menor quantidade, mas com grande potencial, citam-se ainda a utilização de condutos enterrados como galerias técnicas de serviços para a passagem de cabos de eletricidade, telefonia e transmissão de dados.

Logo, os condutos enterrados além de apresentar papel primordial para atender as necessidades básicas e contínuas da população, também constitui um modo seguro, barato e pouco ofensivo ao meio ambiente. É interessante que se possa usufruir e aliar ao máximo as qualidades dos materiais dessas estruturas à...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica