Publicado em 27 Jul 2021

Os métodos para a purga de poços de monitoramento de água subterrânea

Redação

Na amostragem das águas subterrâneas, algumas informações devem preferencialmente ser obtidas com antecedência, uma vez que o conhecimento prévio contribui para diminuição do risco da ocorrência de erros durante a execução dos trabalhos. Algumas delas podem não ser obtidas em razão de sua inexistência. Neste caso, deve procurar-se obtê-las em campo, durante a execução dos trabalhos. Há algumas informações que devem ser preferencialmente obtidas previamente. Por exemplo, a existência de plantas, protocolos e objetivos do programa de amostragem e em quais poços serão realizadas as amostragens e qual a sequência executiva preferencial. Algumas questões devem ser levadas em consideração: quais parâmetros serão analisados nas amostras coletadas e a existência de ordem preferencial para coleta das amostras conforme a análise a ser executada e a suspeita da existência de contaminação. Importante saber como é a acessibilidade aos poços, uma vez que este aspecto pode contribuir para definição do tipo de transporte a ser utilizado, da quantidade de pessoas necessárias, da necessidade de autorizações especiais, como as permissões de trabalho, das ferramentas a serem utilizadas, etc. Em relação a quais os parâmetros físico-químicos a serem obtidos no campo e eventualmente exigidos pela natureza das análises a serem executadas, o técnico deverá saber antecipadamente quais dados devem ser coletados (nível d’água, temperatura, potencial hidrogeniônico, concentração de oxigênio dissolvido, condutividade elétrica, turbidez, etc.). Todas as informações devem ser anotadas em formulários com o máximo de clareza. A necessidade ou não de manipulação especializada da água removida dos poços. As águas podem ser despejadas em superfície, em coleta sanitária ou industrial, ou armazenadas como resíduo tóxico potencial? O rejeito perigoso irá requerer identificação (etiquetas, armazenamento e transporte para local adequado). Caso os trabalhos sejam executados no interior de uma empresa, deve verificar-se qual o procedimento para acesso às áreas de interesse, horário de expediente, contato com o responsável pela (s) área (s) de trabalho, políticas de segurança da empresa, etc. A turbidez da água pode influenciar métodos de amostragem, havendo a necessidade de filtragem das amostras. Dependendo das concentrações de determinados compostos presentes na água, o uso do equipamento de proteção individual pode ser necessário. Dessa forma, todos os poços a serem amostrados devem ser monitorados. Deve-se entender os métodos para a purga de poços usados para investigações e programas de monitoramento de qualidade de água subterrânea em estudos e remediação de passivos ambientais.

Da Redação – 

O monitoramento de poços em locais de investigação pode servir a vários propósitos, incluindo a determinação da presença potencial, extensão e movimento de plumas de contaminantes em águas subterrâneas, bem como a avaliação das características do aquífero (para uso em modelos de águas subterrâneas). Os poços de monitoramento devem, portanto, facilitar os testes hidrológicos e facilitar a coleta de amostras representativas da água subterrânea. Não existe um bom monitoramento típico para atingir esse objetivo.

O monitoramento da construção e dos materiais do poço é função da natureza prevista dos contaminantes, da qualidade da água subterrânea, da (s) profundidade (s) de amostragem desejada (s), da litologia do aquífero e de sua cobertura, do diâmetro do poço e do procedimento de perfuração. A incompatibilidade química pode impedir o uso de alguns materiais. O tamanho do grão do solo pode ditar o tamanho do grão do material do filtro. Um poço de diâmetro mais profundo ou maior precisará de um revestimento mais forte do que um poço raso ou de diâmetro menor.

Para garantir que as amostras sejam representa...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica